O belíssimo Complexo de Rho Ophiuchi

Uma das mais majestosas formações de nuvens da Via Láctea, o Complexo de Rho Ophiuchi é pouco conhecido pelas pessoas em geral, mas brilha aos olhos de astrofotógrafos.
29 de janeiro de 2022
Visão detalhada da formação de nuvens do Complexo de Rho Ophiuchi. A estrela brilhante alaranjada na parte inferior da imagem é Antares (Alpha Scorpii).
O complexo de nuvens de Rho Ophiuchi contrastando com o braço da Via Láctea. Do lado direito é possível ver Antares e três das estrelas que formam a cabeça do escorpião: Acrab, Dschubba e Fang.
Destaque especial para Antares, a estrela alaranjada brilhante na metade superior da imagem. Na parte inferior, a estrela azul mais brilhante é Rho Ophiuchi, estrela que batiza todo o complexo.
O braço da Via Láctea na região da constelação de Escorpião e Sagitário. O Complexo de Rho Ophiuchi está na parte superior da imagem, sendo ligado à Via Láctea por uma fina faixa de nuvens escuras chamada de Dark River (ou Rio Negro).
Localização do complexo de nuvens e estrelas próximas.
Antares, a estrela laranja brilhante na parte inferior da imagem; e Rho Ophiuchi, a estrela azul brilhante no topo da imagem, que dá seu nome ao complexo de formações de nuvens.

Ao olhar para a constelação de Escorpião, é fácil identificar Antares bem em seu coração. O que é difícil de ver é que a região ao redor de Antares abriga uma das mais belas formações de nebulosas escuras e de reflexão do nosso céu: o Complexo de Rho Ophiuchi.

É um alvo frequente de astrofotógrafos, que se desafiam em capturar com câmeras todos os seus detalhes e cores de suas formações. Apesar da baixíssima luminosidade a olho nu, o tamanho angular da formação é bem grande, com a área total no céu sendo maior do que o tamanho de dez Luas cheias.

A uma distância estimada de 131±3 parsecs (aproximadamente 427 anos-luz), é uma das regiões de formação de estrelas mais próximas do Sistema Solar.

Quer citar este post?

HOSTI, B. P. O belíssimo Complexo de Rho Ophiuchi. Espaço-Tempo, 2022. Disponível em: https://www.espacotempo.com.br/o-belissimo-complexo-de-rho-ophiuchi. Acesso em: 24 abr. 2024.

Brunno Pleffken Hosti

Professor. Graduado em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Extensão em Astrofísica pelo IAG/USP e pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisador nas áreas de astrofísica observacional e espectroscopia.

Publicação anterior

Qual o real tamanho da atmosfera da Terra?

Próxima publicação

O que é matéria degenerada e o limite de Chandrasekhar?