A belíssima missão Juno para o planeta Júpiter

A missão e seu caminho para desvendar os segredos da história do sistema solar.
15 de janeiro de 2021
Nuvens coloridas em redemoinho no cinturão equatorial norte de Júpiter praticamente preenchem esta imagem da espaçonave Juno da NASA.
A "Clyde's Spot" próximo à Grande Mancha Vermelha de Júpiter.
A lua vulcanicamente ativa de Júpiter, Io, projeta sua sombra no planeta nesta imagem dramática da espaçonave Juno da NASA.
Esta visão da atmosfera de Júpiter da espaçonave Juno da NASA inclui algo notável: duas tempestades capturadas no ato da fusão.
A espaçonave Juno da NASA captou esta visão impressionante do hemisfério sul de Júpiter enquanto a espaçonave se afastava do planeta gigante. Esta imagem captura ciclones massivos perto do pólo sul de Júpiter, bem como as nuvens caóticas da região filamentar dobrada.
Esta imagem impressionante do tempestuoso hemisfério norte de Júpiter foi capturada pela espaçonave Juno da NASA enquanto ela passava perto do planeta gigante gasoso.
Uma multidão de magníficas nuvens rodopiantes no dinâmico Cinturão Temperado Norte Norte de Júpiter é capturada nesta imagem da nave espacial Juno da NASA.
Esta sequência de quatro imagens da espaçonave Juno da NASA revela as primeiras vistas da região polar norte da lua de Júpiter, Ganímedes.
Esta imagem com cores aprimoradas de Júpiter e duas de suas maiores luas - Io e Europa - foi capturada pela espaçonave Juno da NASA enquanto realizava seu oitavo sobrevôo do planeta gigante gasoso.

O principal objetivo da missão Juno é entender a origem e evolução de Júpiter. Sob sua densa cobertura de nuvens, Júpiter guarda segredos para os processos e condições fundamentais que governaram nosso sistema solar durante sua formação. Como nosso principal exemplo de planeta gigante, Júpiter também pode fornecer conhecimento crítico para a compreensão dos sistemas planetários sendo descobertos em torno de outras estrelas.

A sonda Juno foi lançada a bordo de um foguete Atlas V para iniciar a jornada de cinco anos a Júpiter.

Com seu conjunto de instrumentos científicos, Juno irá investigar a existência de um núcleo planetário sólido, mapear o intenso campo magnético de Júpiter, medir a quantidade de água e amônia na atmosfera profunda e observar as auroras do planeta. Juno nos permitirá dar um passo gigantesco em nossa compreensão de como os planetas gigantes se formam e o papel que esses titãs desempenharam na formação do resto do sistema solar.

Na mitologia grega e romana, Júpiter envolveu-se com um véu de nuvens para ocultar sua maldade. Foi a esposa de Júpiter, a deusa Juno, que foi capaz de perscrutar através das nuvens e revelar a verdadeira natureza de Júpiter. A espaçonave Juno também olhará sob as nuvens para ver o que o planeta está fazendo, não procurando sinais de mau comportamento, mas nos ajudando a entender a estrutura e a história do planeta.

Quer citar este post?

HOSTI, B. P. A belíssima missão Juno para o planeta Júpiter. Espaço-Tempo, 2021. Disponível em: https://www.espacotempo.com.br/missao-juno-jupiter. Acesso em: 23 jul. 2024.

Brunno Pleffken Hosti

Professor. Graduado em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Extensão em Astrofísica pelo IAG/USP e pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisador nas áreas de astrofísica observacional e espectroscopia.

Publicação anterior

Como os aviões realmente voam?

Próxima publicação

Entendendo o Modelo Padrão e as partículas fundamentais